Herói em 2004, Renato vê Santos 'mais experiente' na Libertadores deste ano

Por Terra em

O volante Renato guarda boas lembranças do Equador. Afinal, em 2004, ele veio encarar o Barcelona de Guaiaquil, marcou um golaço de fora da área e ajudou o Santos na vitória por 3 a 1, em duelo válido pela fase de grupos da Libertadores.

Mais de 13 anos depois, o experiente jogador retorna ao Estádio Monumental Isidro Romero para encarar uma 'decisão' contra o mesmo Barcelona-EQU, nesta quarta-feira, às 21h45 (de Brasília). Desta vez, o confronto acontece pelas quartas de final do torneio continental.

Para Renato, a atual equipe santista possui uma bagagem maior em relação ao time de 2004 e está preparada para conquistar a América.

"Acho que hoje temos jogadores mais experiente. Aquele grupo era mais jovem, mesmo sendo campeão brasileiro em 2002. A ambição é a mesma. Os tempos mudam, o futebol está mais corrido e dinâmico, mas temos condições de chegar em outra final", explicou o volante, citando a decisão de 2003, que o Peixe acabou perdendo para o Boca Juniors.

Na vitória de 2004, Renato abriu o placar contra o Barcelona-EQU após um chutaço de fora da área. E se depender do camisa 8 e do técnico Levir Culpi, a cena pode se repetir nesta quarta-feira.

"O Levir treina isso. Treinamos muito chutes nessas duas semanas de folga, pegar o rebote e acreditar. Estamos aplicando nos jogos. Ele dá toda a liberdade. Estamos procurando arriscar um pouco mais. Se não chutar, o gol não sai. Temos que aproveitar as oportunidades. Tomara que seja um placar igual, né (risos). Mas sabemos que vamos encarar uma grande equipe. Precisamos aproveitar a primeira oportunidade para fazer o gol e ter tranquilidade no jogo", concluiu Renato.

Gazeta Esportiva